2017  - Todos os direitos  reservados a Eunice Barbosa.                                                       

Desenvolvido por Célia Aluk

Eunice Barbosa da Silva nasceu em 30/08/1919, no bairro Lagoinha - Belo Horizonte - Minas Gerais. De origem  humilde, mas rica em andanças ligadas ao seu estilo de vida itinerante, já que seu pai era guarda-chaves de estrada de ferro, e sua mãe em cada parada de abrigo improvisado fazia biscoitos e pães para vender aos moradores do local. Dessa forma, Eunice Barbosa passou sua infância conhecendo vilarejos em formação, convivendo com gente adulta no trabalho árduo, na busca pela sobrevivência. E a menina franzina, descalça, de vestido de chita, naqueles lugares longínquos, carentes de tudo, já embalava o sonho de frequentar uma escola e ter a oportunidade de ler e escrever. Era como se fosse um segredo que não podia ser revelado, pois sua permanência  em cada lugar tinha um prazo determinado. Entretanto, com o passar do tempo, seu pai adoeceu e foi obrigado a deixar o trabalho e se fixar em algum lugar. Nessa época, Eunice Barbosa, aos 11 anos começou a lavar roupa para os outros em troca de alguns trocados, ajudando sua mãe no sustento da família. E logo arrumou um jeito de espreitar o movimento da escola próxima do lugar em que vivia. Ela queria a todo custo responder à chamada da professora e dizer: "presente". Isso era o que importava e o que foi impossível. Contudo, sua alma de poeta guardava os versos que hoje representam sua Herança e reproduzem com fidelidade uma vida de cenários diversos, de muitas buscas e cheia de desafios, sempre Acumulando Experiências.

 

O tempo passou e Eunice Barbosa se casou aos 17 anos e teve sua primeira filha. Depois, aos 25 anos, após a constatação do desaparecimento do seu marido, procurou refazer sua vida conjugal com Vicente Augusto da Rocha e Silva, quando veio para São Paulo e teve oito filhos dessa nova união. E ela gerou filhos com dons artísticos, entre eles o cantor e compositor Antonio Marcos, que ainda revelou talento como ator em novela, no teatro e no cinema. Também, Mário Marcos é um compositor consagrado.

São Paulo marca uma nova etapa de Eunice Barbosa: muito trabalho como costureira ao lado do seu marido, que era alfaiate. Mas aquelas obrigações da realidade prática não conseguiram sufocar sua capacidade criativa, pois Eunice Barbosa inventava espaço para dar forma à sua inspiração. Com o passar do tempo, um poema chamado "Resumo' foi musicado pelo seu Mário Marcos (compositor), quando registrou sua primeira gravação com o cantor Roberto Carlos. Isso foi um grande incentivo para a criação de outras obras e a aproximação  de novos parceiros. E assim Eunice Barbosa foi reconhecida como compositora e teve a oportunidade de gravações e regravações com diversos artistas: Antonio Marcos (seu filho), Jessé, Fábio Jr., Leonardo, Padre Antonio Maria, Daniel, Sérgio Reis, Amelinha, Gilliard, Roberto Leal, Nelson Ned, Maurício Matttar, Joelmah, Zé Geraldo, Emmanuel, Sonia Maya, Milionário & José Rico, Irmãs Galvão, Nalva Aguiar, Dalvan, João Mineiro & Marciano, Cristian & Ralph, Nilton César, Maria Alcina, Tobias da Vai Vai, Patrick Dimon, entre outros.

Eunice Barbosa soube dar cor aos seus dias de intensa rotina, e brilho às noites de poucas horas de descanso. Ela mesma não sabe explicar como conseguiu revelar seus sentimentos nos versos, sem nenhuma formação escolar. Isso é real. 

Em novembro de 2013, o publico conheceu seu primeiro livro de poesias - Herança, onde podemos viajar nos seus versos, que nos levam a observar melhor os retratos do cotidiano com todas as suas cores.

Eunice Barbosa, agora no seu segundo livro, Acumulando Experiências, continua nos envolvendo poeticamente  com a sua visão da vida.